ÚLTIMAS NOTÍCIAS

ARTISTAS CINEMA EVENTOS PRÊMIOS

MULHERES QUE MARCARAM A HISTÓRIA DO OSCAR

 

Ganhar um prêmio como o Oscar é o sonho de muitos artistas, sejam eles atores, diretores, roteiristas ou das tantas outras áreas que envolvem o mundo do Cinema. Muitos artistas passam horas, dias, anos… Sonhando com o momento em que escutarão os apresentadores anunciarem o seu nome como ganhador do prêmio, (Não é mesmo, Leonardo Di`Caprio?) mas nem todas pensam no que vão dizer em seu discurso de agradecimento. 

Ao longo da história do Cinema, muitas mulheres chamaram a atenção nas premiações por terem usado seu espaço de agradecimento pelo prêmio para valorizar a figura da mulher e apoiar a comunidade feminina, em suas dificuldades. Nesse artigo especial comemorando a Semana da Mulher, selecionamos para você quatro discursos femininos que marcaram as premiações do Cinema e serviram de inspiração para muitas mulheres que sonham em alcançar o sucesso na área. Vamos se inspirar?


 

Lupita Nyong’o 

Melhor Atriz Coadjuvante por “12 Anos de Escravidão”

 

Lupita Nyong’o – Melhor Atriz Coadjuvante por “12 Anos de Escravidão”

 

Em 2013, Lupita Nyong’o estreou nos cinemas com o filme “12 Anos de Escravidão”, de Steve McQueen, sem imaginar que sairia da premiação do Oscar de 2014 com a estatueta de Melhor Atriz Coadjuvante. Filha de quenianos e nascida no México, a atriz foi a primeira das duas nacionalidades a ganhar o prêmio e inspirou com o seu discurso uma geração de jovens pelo mundo que sonham se tornar artistas reconhecidas: “Quando eu olho para esta estátua dourada, ela é um lembrete para mim e a todas as crianças do mundo que não importa de onde você é, seus sonhos são válidos“. 


 

Kathryn Bigelow

Melhor Direção por “Guerra ao Terror” 

 

Kathryn Bigelow – Melhor Direção por “Guerra ao Terror”

 

Kathryn Bigelow chamou a atenção na 82ª Cerimônia do Oscar, em 2010, por ter ganhado o prêmio de Melhor Direção pelo longa-metragem “Guerra ao Terror”. Sendo a quarta mulher na história do Oscar a concorrer na categoria e a primeira a ganhar, Kathryn Bigelow levou a estatueta concorrendo com seu ex-marido James Cameron, que foi indicado pelo filme “Avatar”.

Em seu discurso, a diretora não dedicou a vitória somente às mulheres, como também aos soldados norte-americanos, que são personagens cruciais do filme: “Eu gostaria de dedicar isto às mulheres e aos homens no serviço militar que arriscam suas vidas diariamente no Iraque, no Afeganistão e ao redor do mundo. Que eles possam voltar para casa em segurança”.


 

Frances McDormand

Melhor Atriz por “Três Anúncios Para um Crime”

 

Frances McDormand – Melhor Atriz por “Três Anúncios Para um Crime”

 

A eleita Melhor Atriz da premiação do Oscar de 2018 – Frances McDormand – agitou a premiação daquele ano ao pedir que todas as mulheres indicadas, por qualquer categoria, se levantassem. Premiada por seu trabalho no filme “Três Anúncios Para Um Crime”, de Martin McDonagh, a atriz não só exaltou o trabalho feminino como reivindicou maior representação feminina em Hollywood: “Ok, olhem ao redor, pessoal. Olhem ao redor, senhoras e senhores, porque todas nós temos histórias para contar e projetos que precisamos financiar. Não falem com a gente nas festas de hoje à noite. Daqui a alguns dias, convidem-nos para o seus escritórios, ou venham até os nossos, o que for melhor para vocês, e vamos contar sobre nossos projetos.”

Com um discurso bem humorado, Frances trouxe à tona questões sérias sem perder o carisma e foi extremamente aplaudida ao final do seu discurso.


 

Halle Berry

Melhor Atriz por “A Última Ceia”

 

Halle Berry – Melhor Atriz por “A Última Ceia”

 

Na cerimônia do Oscar de 2002, a atriz Halle Berry fez história ao ser a primeira mulher negra a levar o prêmio de Melhor Atriz por seu trabalho em “A Última Ceia”, de Marc Foster. Aos 36 anos, a artista, que estava tão surpresa por sua vitória, chorou de soluçar e emocionou os espectadores, aproveitando seu tempo de discurso para inspirar outras mulheres negras: “Este momento é tão maior que eu mesma. Este momento é para Dorothy Dandridge, Lena Horne, Diahann Carroll. É para as mulheres que estão ao meu lado: Jada Pinkett, Angela Bassett, Vivica Fox. E é para cada mulher não branca sem nome e sem rosto que agora têm uma chance porque esta noite, essa porta foi aberta”.


 

E aí? Já sonhou em ser atriz e já pensou no seu discurso na premiação do Oscar?

 

QUER APRENDER TUDO O QUE PRECISA PARA SER UMA ATRIZ DE TEATRO,TV E CINEMA? CONHEÇA OS NOSSOS CURSOS!

 

FAÇA PARTE DE UMA NOVA GERAÇÃO DE ATORES

Entre em contato conosco pelas redes sociais: @escolawolfmaya ou pelo nosso WhatsApp:

UNIDADE RIO (21) 97919-2449. | UNIDADE SP: (11) 94790-8386.

 

Share Button